F1: Ingressos para Imola

Só 13.147 bilhetes para venda a partir de hoje


Quem desejar assistir o Grande Prêmio da Emilia Romagna em Imola, entre os dias 31 outubro e 01º de novembro, deve iniciar a ‘caça’ ao ingresso a partir de hoje. O mais barato custará 160 euros (R$ 1.040,00), é um assento nas arquibancadas da primeira curva Rivazza, ou 200 euros (R$ 1.300,00) na saída da segunda ‘perna’ da Rivazza. Na Tosa e Acque Minerali o custo do bilhete é de 300 euros (R$ 1.950,00) no dia da competição, e 550 euros (R$ 3.575,00) para as arquibancadas em frente aos boxes.

Para o sábado os bilhetes variam de 64 euros (416,00) a 220 euros (1.430,00) para as mesmas arquibancadas. Esse ano, não serão colocados à venda os bilhetes para as áreas de ‘grama' nos acostamentos da pista, onde os acampamentos enchem todo o circuito.

As vendas são realizadas exclusivamente de forma ‘online’, com a pré-venda iniciando a partir das 18h00 desta terça-feira (22) na Itália.

Mas atenção: mesmo com o ingresso nas mãos não está assegurada a entrada. O torcedor passará por uma medição de temperatura corporal antes de ingressar em Imola, se o termômetro acusar 37,5°C – não entra, quem tiver temperatura corporal de 37,7 ° C ficará temporariamente isolado para posteriormente ser novamente verificado.

Em Portugal, no Autódromo do Algarve, os administradores do circuito seguem vendendo ingressos para a corrida programada entre os dias 23 e 25 outubro. Até o momento já foram colocados 30 mil, e os ingressos da MotoGP também estão (à venda), mas o plano dos CEOs é chegar a lotação de 50 mil torcedores no final de semana na corrida nos dois eventos. Resta saber se a DGS - Direção Geral de Saúde de Portugal não vai mudar de ideia e restringir a entrada dos torcedores no dia da corrida. A cada dia que passa, novas regras são aplicadas no país, e ninguém sabe, hoje, como será amanhã ou na semana que vem. Os novos contágios de covid-19 já se aproximam de 1 000 ao dia em Portugal.



Revista Digital
COnews#30.png
Logo_PitStop_ ok.jpg

* Jornal PIT STOP foi produzido no Rio Grande do Sul e circulou mensalmente durante 24 anos, sempre entregue gratuitamente nos autódromos gaúchos entre 1993 e 2017. 

Com o fim do Jornal impresso passamos a produzir, a partir de 2017, a Revista digital corridaonlineNEWS, publicada aqui no site mensalmente.

O www.corridaonline.com.br existe desde 2000 e foi pioneiro nas transmissões AO VIVO de imagens e áudio no Brasil em corridas de automobilismo.

Editor e redator corridaonline

 

paulo_torino@yahoo.com.br

Todas Capas
2017-2020

Conheça o artista 

Roberto Muccillo

Logo Corrida_anunario.png

© 2000 - 2018 corridaonline

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now